FORMAÇÃO DE EQUIPES - PARTE IIII | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

FORMAÇÃO DE EQUIPES - PARTE IIII

FORMAÇÃO DE EQUIPES

(parte 4)

 

 

Nós teremos duas equipes principais: Pastoral e Ministerial.

 

1º - A Equipe Pastoral: 

Tem a finalidade de pastorear, mentoriar e consolidar os discípulos e os novos discípulos que vão se integrar a IAVB;

 

 

2º - A Equipe Ministerial: 

Tem a finalidade de ganhar e ajudar os novos discípulos a darem seus primeiros passos na vida cristã, não tendo a obrigatoriedade de consolidar e mentoriar os novos discípulos. A não ser, em alguns casos que a Equipe Pastoral veja conveniência.

 

Para crescimento espiritual e ministerial temos o Discipulado Coletivo que é ministrado pela Equipe Pastoral da IAVB. Onde são ministrados fundamentos importantes sobre a vida cristã, levando os discípulos a um amadurecimento na sua fé em Cristo Jesus e um conhecimento mais profundo das Sagradas Escrituras. 

 

Jesus nos deixou a seguinte recomendação: “Examinai as Escrituras...” (Jo.5:39; Mt.22:29). Para haver conquista deve haver reconhecimento do senhorio de Jesus sobre todas as coisas. Jesus disse: “E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim”. (Jo.12:32). Jesus já foi levantado e; “Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai”. (Fl.2:9-11).

 

Jesus deixou um modelo de submissão e obediência em tudo. Somente começou o seu ministério aos 30 anos de idade, isso quer dizer que esperou o tempo de Deus em sua vida. Vemos claramente este exemplo de submissão quando ministrou na sinagoga de Nazaré: “Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos”. (Lucas 4:21). Escritura essa que fora profetizado pelo Profeta Isaias. (Is.61). E um grande exemplo de obediência ensinado por Jesus se encontra registrado no livro de Filipenses, que diz: “Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz”. (Fl.2:7-8).

 

Diante desta verdade, o único nome que deve ser honrado, exaltado e glorificado é o nome de Jesus. E quanto a nós, depois de ter feito tudo e nos esforçado ao máximo, devemos dizer: “Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer” (Lc.17:10). Jesus deixa bem claro no seu ensino que: “Não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor” (Mt.10:24). Portanto, como discípulos de Jesus, nós devemos seguir com humildade o modelo vivido e ensinado por Ele.

 

Continua...