Princípios de Autoridade - Parte 4 | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

Princípios de Autoridade - Parte 4

PRINCÍPIOS DE AUTORIDADE E SUBMISSÃO

Parte - 4

 

4 – A SUBMISSÃO E A COBERTURA ESPIRITUAL 

Cobertura espiritual é um termo que o Senhor tem trazido à Sua Igreja, nos últimos dias, e que destaca a condição de submissão, compromisso e segurança de um indivíduo dentro do Corpo de Cristo.

Esta cobertura se apresenta, principalmente, através de dois elementos: a intercessão e o princípio de autoridade.

1º A Importância da Cobertura Espiritual.

O objetivo do princípio de autoridade e submissão é garantir uma cobertura responsável para cada líder e para cada discípulo (membro do Corpo), eliminando a vantagem do adversário e gerando segurança.

A cobertura é para evitar o erro e não administrar o pecado. É uma orientação para a santidade.  Três ênfases se destacam quanto à essência de uma boa cobertura:

a) A cobertura espiritual tem um segredo: integridade.

b) A cobertura espiritual tem um decreto: submissão.

c) A cobertura espiritual tem um objetivo: tratamento.

O líder usado por Deus para promover esta qualidade de acompanhamento, tem sido instrumento para curar a ferida do seu povo.

Uma cobertura pode não apresentar palavras em alguns momentos, mas a simples presença é consoladora e estimuladora.

2º Princípios Gerais de Cobertura Espiritual.

1. Definição Ter cobertura é ter Proteção Espiritual. É ser pastoreado; é estar perto daquele que lhe cobre, é tomar a iniciativa de comunicar tudo: tudo sobre você e sua família, tudo sobre o seu ministério, tudo sobre as suas relações de trabalho, tudo sobre situações de pecados ocultos. Andar sobre cobertura é fazer confissão e andar em transparência; aquele que cobre não deve ter a atitude de domínio, contudo, quem é coberto, deve aceitar ser corrigido. 

2. Atitude Buscar cobertura é antes de tudo um ato de humildade e é abençoado quem o faz. Provérbios 3:34 “...aos humildes Ele concede a sua graça...”

3. Revelação Quem busca cobertura é porque teve uma revelação do Senhor no seu espírito. Quem não busca cobertura é porque diz: “minha alma me diz que eu não preciso de ajuda, que sou muito capaz de cuidar de tudo por mim mesmo, que eu estou sempre certo, que não preciso que ninguém se meta na minha vida, que a minha verdade é mais verdade que a sua”. 

Por esta e outras razões aquele que é guiado pela alma caminha sozinho, toma decisões importantes sem ouvir conselhos e assim estará sujeito a errar muito mais.

Dessa maneira é necessário que o líder não somente estude na Palavra sobre o assunto, mas também busque uma revelação do Espírito Santo no seu coração, do contrário continuará caminhando sozinho.

Já, aquele que é guiado pelo Espírito, se humilha, valoriza as opiniões dos outros colocando-as na balança, está sempre pronto a ouvir, sabe que pode errar. E se for preciso confessa que errou e volta atrás, recomeça tudo de novo. Não tem a pretensão que sua vontade prevaleça, nunca anda sozinho, sabe que precisa de ajuda, de conselhos, e por todas estas razões erra menos e sua comunidade irá mais longe.

3º A Comunicação é a Chave.

Se você está debaixo de cobertura é preciso entender que a comunicação é necessária; nada funcionará se você não comunicar com o seu pastor, seu líder, todas as suas ações e necessidades. Isso certamente tem algumas implicações:

•  Responsabilidade mútua – o pastor, ou líder, que cobre, precisa estar disponível sempre que for procurado, estar disposto a assumir e viver os problemas daquele que busca. E a pessoa que está sendo liderada precisa estar disposta a buscar ajuda.

•  Compartilhar Situações – Quanto mais sua cobertura puder compartilhar das situações que você estiver vivendo, tanto no ministério como na família ou no trabalho, mais você vai descobrir que de fato não está mais sozinho. Portanto abra o seu coração e compartilhe. Experimente!  

•  Superar as Dificuldades – Entenda que é difícil compartilhar problemas. É fácil compartilhar bênçãos. A cobertura só vai funcionar se você abrir o seu coração.

 

Continua...