Alçando Voos Mais Altos | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

Alçando Voos Mais Altos

ALÇANDO VOOS MAIS ALTOS

 

Texto = I Crônicas 4:9-10.

Introdução:

A história de Jabez é uma das mais curtas biografias da Bíblia e também uma das mais sugestivas. Ele tornou-se mais ilustre do que seus irmãos, embora tenha recebido um nome que poderia lhe trazer vergonha e baixo-estima, não aceitou nenhum tipo de derrota em sua vida. Ele sacudiu o jugo da crise, visualizou e buscou horizontes mais espaçosos na sua caminhada. Vejamos o que Jabez fez que o tornasse mais nobre do que os seus irmãos:

1º Ele Pediu a Bênção de Deus.

Jabez invocou o Deus de Israel, ele foi à fonte certa, com o pedido certo e com a motivação certa. Somente através da bênção de Deus podemos sair dos desertos escaldantes para as gramas verdejantes. Somente através da bênção de Deus podemos curar os traumas do nosso passado para vivermos uma vida livre, prospera e feliz. A Bíblia diz que: A bênção de Deus enriquece e com ela não existe desgosto. O nosso Deus é aquele que já tem nos abençoado com toda sorte de bênçãos em Cristo Jesus nas regiões celestes.

2º Ele Pediu a Deus o Alargamento de suas Fronteiras.

Jabez não era um homem acomodado. Ele olhava para frente e queria conquistar mais terrenos, queria alargar o espaço da sua tenda, queria ampliar seus horizontes e conquistar novas fronteiras. Não basta desvencilhar-se das amarras do passado, precisamos “alçar voos mais altos” em relação ao futuro. Jabez queria mais espaço, influência, trabalho, frutos e conquistas. O coração de Jabez palpitava por vitórias mais expressivas, por alvos mais arrojados, por sonhos mais ousados. De igual forma, precisamos ter sonhos mais ousados na nossa vida pessoal, familiar e espiritual. Existem ainda territórios para ser conquistado!

3º Ele Suplicou pela Presença de Deus.

Jabez entende que seus sonhos não podem ser realizados se a mão de Deus não for com ele. Ele não quer apenas coisas, ele quer Deus! Coisas sem Deus não satisfazem a alma. Nossa caminhada jamais poderá ser bem sucedida se a mão de Deus não for conosco. Foi à presença de Deus que sustentou, protegeu e guiou o povo de Israel pelo deserto durante quarenta anos. Temos a promessa de Jesus: “Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” (Mt. 28:20).

4º Ele Clamou pela Proteção de Deus. 

Jabez compreende que a caminhada da vida é cheia de perigos. Há caminhos difíceis, inimigos implacáveis, temores assombrosos. Jabez sabe que não pode vencer sem a proteção do Altíssimo, por isso clama e pede o livramento não apenas do maligno, mas também da aflição decorrente de sua investida. Não temos força nem armas suficientes em nós mesmos para entrarmos nessa batalha; mas, com a força do Senhor Jesus Cristo e revestidos com sua armadura podemos ser vitoriosos.

Conclusão:

O texto de I Crônicas 4:10 termina dizendo: “E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. Deus responde as nossas orações. Ele muda a nossa sorte. Ele transforma choro em alegria, vales secos em mananciais, o cerco do inimigo em porta da esperança. Faça o que Jabez fez. Clame também ao Senhor e você verá que um Novo Tempo poderá raiar também em sua vida!

Que Deus nos abençoe,

Ap. Milton Rocha Paes