Princípios de Autoridade - 2 | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

Princípios de Autoridade - 2

Princípio de Autoridade – 2

 

2º Desconsideração da cobertura ministerial.

Levíticos 10:1-3 conta a história de dois homens, Nadabe e Abiú, que resolveram oferecer incenso diante do Senhor e foram mortos ali mesmo, diante de Deus. Qual teria sido o pecado que suscitou tamanha ira da parte de Deus? 

Eles quiseram exercer um ministério independente, sem levar em consideração a liderança que estava sobre suas vidas.

Como filhos de Arão, aqueles homens precisavam ter um comando antes de fazer o que fizeram. Por isso, o fogo que eles acenderam em seu culto foi considerado “fogo estranho” por Deus, e eles foram punidos.

Todo ministro de Deus deve prestar contas do seu ministério a alguém. Cada um tem sua área de atuação e extrapolar por conta própria esta área é rebeldia. Por isso Saul foi rejeitado e perdeu o seu trono.

Ele não soube esperar e resolveu exercer um ministério que não lhe competia, mas cabia a Samuel, como sacerdote e profeta (I Sm 13:8-14).

Sempre que desconsideramos as autoridades que estão sobre nós e tomamos atitudes indepen­dentes, ainda que sejam bem intencionadas, estaremos ofendendo ao Senhor.

Continua...