Chamados para a Guerra | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

Chamados para a Guerra

CHAMADOS PARA A GUERRA

 

Texto = II Timóteo 2:3-5. 

Introdução:

Quando uma pessoa é convocada para o Serviço Militar, ela precisa aprender a Doutrina Militar. Que é um conjunto harmônico de ideias e entendimentos que define, ordena, distingue e qualifica as atividades de organização, preparo e emprego das forças armadas. Engloba ainda a administração, a organização e o funcionamento das organizações militares. Quem pretende seguir a carreira militar sabe que ela tem requisitos e a disciplina é algo fundamental. Vamos tirar algumas lições desse assunto:

1 – Atitudes e Comportamentos de um Soldado de Cristo. (tos 20:24).

Quando o Apóstolo Paulo estava na prisão em Roma, pode observar as atitudes e o comportamento de um soldado romano. E ao escrever o capítulo 6 do livro de Efésios e os versículos 10 a 20, Paulo fala sobre as armaduras que um soldado de Cristo deve ter. Nós fomos chamados para uma guerra, para uma verdadeira batalha espiritual. Por isso mesmo a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os demônios. É importante que estejamos sempre preparados, como bons soldados de Jesus Cristo. Muitas vezes os desafios, as provações, as dificuldades que passamos servem para nos preparar para lutar.

2 – O Treinamento de um Soldado de Cristo.

O treinamento de um soldado de Cristo não é “mamão com açúcar”, exige-se muito esforço e dedicação. Vejamos algumas características que envolvem esse treinamento:

1ª Renuncia (Mateus 26:24);

2ª Prudência (Mateus 10:16);

3ª Serviço (I Coríntios 15:10);

4ª Disposição (II Timóteo 4:2);

5ª Preparo (II Timóteo 2:15);

6ª Experiência (II Timóteo 3:10-12). 

Conclusão:

Paulo ao ministrar a seu discípulo Timóteo, mostrou que o treinamento era para uma guerra, e Timóteo teria que ser um bom soldado Cristo (II Timóteo 2:3-5). E já no final da sua carreira, Paulo se posiciona como um bom soldado de Cristo conforme II Timóteo 4:7-8. Jesus disse que “aquele que perseverar até o fim será salvo” e receberá a sua recompensa.

 

Ap. Milton Rocha Paes