VENCENDO O DESCONTENTAMENTO | IAVB - Igreja Apostólica Vale da Bênção

VENCENDO O DESCONTENTAMENTO

Texto: Números 11:1-10.

Introdução:

Um dos maiores perigos em qualquer agrupamento, inclusive na igreja é termos pessoas em seu meio que sempre estão descontentes e nunca estão satisfeitas, e acabam contagiando outras pessoas. Vejamos o que a Bíblia fala quando as pessoas de espírito descontente estão em nosso meio:

1 – Um Espírito Descontente Entristece o Senhor.
Podemos entender isso através dos nossos próprios sentimentos, quando os dependentes, os filhos, os empregados ou aqueles que recebem esmolas estão sempre a reclamar. No caso dos homens para com Deus a murmuração é muito pior, pois não merecem bem algum de suas mãos, muito pelo contrário. Leia e comente o que diz em: Lamentações 3:39 e Salmos 103:10.

2 – Um Espírito Descontente Despreza a Provisão de Deus.
Israel tinha o maná; porém suspirava por peixes, pepinos, melões, cebolas. A murmuração é prejudicial a nós mesmos, pois nos impede de desfrutar do que já temos. A murmuração leva os homens a difamarem o alimento dos anjos, chamando-o “este pão vil”. Muitos estão descontentes com o calor de hoje, com a chuva de manhã, com a profissão que escolheu, com o cônjuge que casou, com a igreja com que se aliançou, cm o salário que recebeu e com o discípulo que Deus lhe deu.

3 – Um Espírito Descontente Mostra que a Mente Precisa ser Transformada.
A graça de Deus agindo em nós colocaria os nossos desejos em ordem e manteria os nossos pensamentos em seus devidos lugares: Contentamento com aquilo que temos (Hebreus 13:5; I Timóteo 6:7-8); Moderados naquilo que pedimos ou desejamos (Provérbios 30:8). Se você não conseguiu tudo o que queria, aprenda com Jesus (Mateus 26:39). Nunca se esqueça: “Deus pode não dar tudo o que você quer, mas Ele te dará tudo o que você precisa”. Os murmuradores morrem no deserto e não desfrutam do Reino de Deus (Números 1:32-33). Quanto mais tempo a pessoa murmura mais tempo demora em sair do deserto. Disse T. Watson: “Nossa murmuração é a música do diabo; este é aquele pecado que Deus não pode suportar”.

Conclusão:

Uma criança estava chorando de raiva, quando a sua mãe disse: “Se você está chorando sem motivo, logo vou dar-lhe algo porque chorar”. Das palavras dessa mãe aprendemos que aqueles que choram por nada, estão fazendo uma vara para as suas próprias costas, e provavelmente serão castigados. Porém, aqueles que mantêm um espírito de confiança e gratidão a Deus alcançam os seus sonhos à semelhança de Calebe (Números 14:22-24).

Um abraço fraterno,